Velório de líder de torcida transforma cemitério em festa

 

622_ea943df6-223b-4bf9-a585-306daa13b6f5

A morte de um torcedor rendeu uma belíssima homenagem no Equador por parte de integrantes de uma organizada do Emelec.

De acordo com a polícia de Guaiaquil, Junior Israel Yunes Márquez, de 33 anos, apelidado de Huevo Frito (“Ovo Frito”, em português), foi assassinado com três tiros na saída do Estádio George Capwell, no último domingo 22, em uma briga por liderança entre barra bravas do Emelec, um dos principais clubes do país. Hernán M.M., conhecido como Negro Hernán, foi detido como suspeito do crime.

Nas imagens os amigos estavam tão empenhados em homenagear o companheiro que abriram até o Caixão para cantar frente a frente com o falecido.

Veja o momento 


Durante a cerimônia de enterro do corpo de Huevo Frito, que era um dos chefes da torcida organizada, centenas de companheiros entoaram cânticos de Los Eléctricos e relembraram o seu líder em uma cena emocionante.

 

Comments

comments

lysao

Publicitário, 25 anos.

O que achou?