1,4 bilhão de senhas de serviços como Netflix e LinkedIn foram roubadas

458633031

Uma base de dados coletiva com cerca de 1,4 bilhão de logins e senhas roubados foi encontrada na “dark web” pela empresa de segurança 4iQ. As informações incluem dados de acesso de diferentes sites, como Netflix, Badoo e LinkedIn, e carteiras da moeda virtual bitcoin.

Um arquivo de 41GB está disponível na dark web e em plataformas de compartilhamento de torrent. Ele é facilmente acessado e organizado para facilitar que os dados sejam encontrados.

Segundo a 4iQ, essa é a maior base de dados roubados já encontrada na dark web.
A dark web reúne sites que existem primariamente em redes anônimas e que necessitam de programas especiais para serem acessados. Eles não podem ser encontrados em mecanismos de buscas usados na internet comum, como o Google.

Arquivo com senhas

Esse arquivo foi encontrado pela 4iQ no último dia 5 e foi atualizado pela última vez no dia 29 de novembro. O número total de dados (logins e senhas em texto) encontrados foi 1.400.553.869.

Eles estão organizados em diretórios estruturados em ordem alfabética, permitindo buscas rápidas pela plataforma.

“Nenhuma das senhas está criptografada. E o que é mais assustador é que nós testamos uma amostra dessas senhas e a maioria delas é verdadeira”, afirmou a 4iQ.

Não há uma identificação do “dono” do banco de dados roubados no sistema, mas há um número de uma carteira de bitcoin e dogecoin, duas moedas virtuais, para doações.

Allyson Souza

Publicitário, 25 anos.

O que achou?

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.