Sem faixa presidencial no desfile das campeãs, Vampirão da Tuiuti provoca debate sobre censura

A ausência da faixa presidencial da icônica personagem Vampirão Neoliberalista, da escola Paraíso do Tuiuti, causou rebuliço nas redes sociais neste domingo (18). Ativistas, movimentos e veículos ligados à esquerda levaram a tag #TemerDitador aos tópicos mais discutidos do dia no Twitter.

A agremiação que ficou em segundo lugar no Carnaval do Rio de Janeiro participou do desfile das campeãs, durante a madrugada, e repetiu seu tom bastante crítico ao governo de Michel Temer. Entretanto, o professor Léo Moraes, que encarnou o Vampirão da Tuiuti, desfilou sem a faixa presidencial — que deixou explícito no desfile original tratar-se de uma representação de Temer.

O jornal O Globo apurou no barracão da Tuiuti informações de que “emissários da Presidência da República” pediram à Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba) para impedir que o adereço fosse utilizado.

Na primeira noite

 

No desfile das campeãs

 

 

Entretanto, a Presidência soltou uma nota oficial negando ter feito qualquer pedido para escola de samba sobre a faixa presidencial do desfile.

A suposta censura foi alvo de críticas de coletivos como o Mídia Ninja e o blog petista Brasil 247.

No Twitter milhares de comentários foram feitos, um deles rendeu boas risadas:

http_o.aolcdn.comhssstoragemidas2f80a03e4357c07ff56fdfe300594aff206137831Untitled+design+8

Fonte: Huffpost

Comments

comments

lysao

Publicitário, 25 anos.