Celular explode e queima glúteos de comerciante em SP: ‘Saiu até fumaça’

Um comerciante sofreu várias queimaduras na região dos glúteos após um aparelho, que ele carregava no bolso da bermuda, acabar explodindo na manhã desta terça-feira (6). O acidente aconteceu enquanto a vítima fazia compras em um supermercado de Santos, no litoral de São Paulo, ao lado da mãe. O aparelho ficou completamente destruído.

Segundo apurado pelo site G1, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou o homem para a emergência da Santa Casa de Santos, onde ele estava recebendo atendimento médico por volta das 11h45.

aparelho.jpg

De acordo com a mãe do comerciante, Diva Soares Teixeira, de 70 anos, Victor Alexandre de Oliveira, de 40 anos, começou a gritar de dor e percebeu que estava saindo muita fumaça do bolso de trás da sua bermuda. Foi quando os dois perceberam que o celular havia explodido, mesmo sem estar sendo usado.

“Estávamos subindo a rampa do supermercado e ele sentiu queimar. O celular explodiu do nada, não temos a menor ideia do motivo. Não fez nenhum barulho. Percebemos porque saiu até fumaça e queimou. Eu ainda estou muito nervosa, não sei o que vai acontecer com ele. Eu saí de casa para ir ao supermercado e acabei no hospital”, lamenta.

Em nota, a Santa Casa de Santos, por meio de sua assessoria de comunicação, informa que o paciente teve ferimentos leves, com queimaduras de 1° grau e pequenas queimaduras de 2° grau, sendo liberado após atendimento, não havendo necessidade de internação.

victor

O Samu de Santos informa que atendeu a ocorrência por volta das 9h45 desta terça-feira na Rua Moema, na Ponta da Praia, próximo à avenida portuária. A vítima sofreu queimaduras no glúteo e nas mãos após o celular explodir. Ele foi removido consciente para a Santa Casa de Santos, hospital de referência para queimados na região.

Fonte: G1