As coisas mais assustadoras já feitas por uma criança

Quando pensamos em crianças, sempre vem a nossa cabeça seres indefesos e inocentes, incapazes de qualquer atitude assustadora. Mas algumas não se encaixam perfeitamente nesse estereótipo de criança feliz.

Quando damos às crianças lápis e papel para desenharem o que quiserem, elas enlouquecem e transmitem o que têm dentro de suas cabeças infantis. Alguns desenhos podem não ser cheios de arco-íris e flores e ir para um lado macabro. Outras crianças ou adolescentes podem cometer atrocidades que a priori consideraríamos possíveis ou até mesmo esperadas de serem cometidas por adultos. Seja pelo ambiente que cresceram ou se já nasceram maus, essas crianças e adolescentes vão te assustar com seus feitos.

1 – Eric Smith

Eric-Smith-Criança-Assassina-636x395-600x373

No dia 2 de agosto de 1993, o adolescente de 13 anos, Eric Smith, matou e abusou de Derrick Robie, uma criança de quatro anos. Os meninos moravam em lados separados da cidade, mas faziam a mesma aula de beisebol perto da casa de Derric. No dia do crime, a mãe de Derric estava cuidando do seu filho mais novo e deixou o primogênito andar pelo quarteirão sozinho. Foi quando ele encontrou Eric, que o atraiu para a floresta, o abusou e depois matou o garoto. O adolescente confessou o crime mas nunca revelou o motivo de tal ato. Ele foi condenado a nove anos de cadeia por assassinato em segundo grau.

2 – Paul Henry Gingerich

paul-henry-gingerich-4_3

Esse garoto de 12 anos foi a pessoa mais nova a ser julgada e sentenciada quando adulta. O crime aconteceu no estado de Indiana, quando Paul e mais dois amigos se encontraram na cidade de Cromwell na fronteira de Michigan. Os meninos queriam fugir da cidade, mas um deles, Colt Lundy, disse que o padastro nunca deixaria que a fuga acontecesse. Então os amigos bolaram um plano para assassinar o homem que estava impedindo a fuga, Philip Danner. Eles mataram o padastro do garoto com a própria arma que ele possuía. Os três foram sentenciados pelo crime, mas Gingerich teve uma pena maior por ser quem disparou a arma.

3 – Lionel Tate

lionel2-399x500

Esse crime foi cometido em Broward County, na Flórida no ano de 1999. O assassinato de Tiffany Eunick, de seis anos, foi cometido por Lionel Tate quando ele tinha 12 anos de idade. Ele se tornou a pessoa mais jovem nos Estado Unidos a ser condenada à prisão perpétua sem nenhuma possibilidade de liberdade condicional aos 13 anos. Tate mentiu sobre o assassinato da menina dizendo que eles estavam lutando e ela parou de respirar. Mas as investigações revelaram que ele tinha pisado forte o suficiente para dilacerar o fígado e fraturar o crânio da menina.

4 – Mary Bell

mary-bell-11-años-600x315

Essa menina, quando tinha apenas 11 anos, recebeu o apelido de ‘A estranguladora de Tyneside’. Bell teve seu primeiro assassinato antes do seu 11º aniversário. Ela estrangulou uma criança de quatro anos chamada Martin Brown. No mesmo ano, ela e uma amiga, Norma, mataram o menino de três anos Brian Howe. Os ferimentos na criança eram tantos que era impossível determinar a causa de sua morte. Bell voltou onde estava o corpo do menino e cravou um M em sua barriga e o mutilou com uma tesoura. Ela foi condenada mas liberada quando tinha 23 anos. Pelo que se sabe, ela se tornou mãe e avó e não cometeu mais nenhum crime depois disso.

5 – Jesse Pomeroy

Jesse-Pomeroy-1-600x262

Esse menino nasceu em 29 de novembro de 1859, em Charlestown Massachusetts. Ele foi a pessoa mais jovem a ser condenada por homicídio em primeiro grau. Ele tinha somente 11 anos e amarrava e torturava várias crianças fingindo que ia brincar de casinha. Ele foi condenado para uma escola reformatória onde devia ficar até seus 21 anos, mas foi solto um ano e meio depois por bom comportamento. Depois de três anos, ele assassinou um menino de quatro anos. Então ele foi condenado à prisão perpétua e morreu aos 72 anos de causas naturais.

6 – Amarjeet Sada

amarjeet-500x500

O assassino mais jovem da história vem da Índia. Sada tinha apenas oito anos quando cometeu o crime. A mãe do garoto tinha deixado sua filha de seis meses na escola em que ela lecionava, e depois que foi informada do sumiço da menina alertou as autoridades. A polícia achou o corpo da bebê perto da aldeia de Musahari, em que Sada confessou que havia a estrangulado, além de tê-la matado com uma pedra de um tamanho considerável.

Esse jovem serial killer não parou por aí, e seus feitos podem te assombrar ainda mais. Em uma outra investigação, foi descoberto que Sada também tinha matado seu primo mais novo de apenas nove meses de idade e a filha do vizinho de apenas seis meses.

As informações foram retiradas do site Fatosdesconhecidos.com.br

Allyson Souza

Publicitário, 25 anos.